CelebridadesFamososMeio AmbienteSustentabilidade

Gisele Bündchen participará de Comitê de Sustentabilidade

Gisele Bündchen torna-se acionista da Ambipar

Gisele Bündchen participará de Comitê de Sustentabilidade.

Gisele Bündchen torna-se acionista da Ambipar. E a modelo participará do Comitê de Sustentabilidade e será embaixadora da marca.

Em setembro do ano passado, dois meses após fazer seu IPO na B3, a Ambipar decidiu iniciar um trabalho de branding e comunicação mais intenso, para que a sociedade e o mercado em geral conhecessem sua expertise em gestão ambiental, fortalecendo a conscientização sobre o tema. Desde aquele momento, uma ideia mobilizou a companhia: convidar Gisele Bündchen para ser a embaixadora da marca, já que a modelo é brasileira, com forte atuação internacional e longa história em prol do meio ambiente – exatamente como a companhia.

Todas as conversas foram animadoras e convergentes com relação aos propósitos socioambientais diz Cristina Andriotti, CEO da Ambipar: “Gisele quis conhecer melhor a empresa, nossos serviços e produtos, e saber de cada detalhe. Ficou empolgada quando apresentamos o Ecosolo®️, um condicionador orgânico alinhado ao conceito de agricultura regenerativa, em total sintonia com o documentário Solo Fértil que ela ajudou a produzir.”

Referência na Defesa Meio Ambiente

Gisele, que vem sendo há anos destacada como uma referência na defesa do meio ambiente, tendo recebido inúmeros reconhecimentos internacionais, ficou animada com o trabalho da Ambipar. “Eu não conhecia a Ambipar e me impressionei com a visão de Tércio Borlenghi Junior, fundador da empresa, que há 25 anos reaproveita e valoriza os resíduos que virariam lixo e acabariam em aterros, rios e oceanos, dando a eles uma nova utilidade. Um trabalho essencial para um uso mais consciente dos recursos naturais.

Me identifiquei com os valores de inovação e sustentabilidade da companhia e me surpreendi com o potencial de geração de efeitos positivos para a sociedade, criando uma economia circular e ajudando as empresas a minimizarem seus danos ao meio ambiente. Sinto que a Ambipar está muito à frente e pronta para ajudar nesta transformação.

Acredito que as empresas que quiserem ser competitivas na próxima década precisam rever seus processos para reduzir seu impacto negativo no planeta e encontrar formas de produzir que também priorizem o bem social e ambiental contribuindo, ainda, com uma economia de baixo carbono”, afirma Bündchen, que se identificou com a missão da empresa: ‘regeneration for the next generations’. “Já passamos do ponto em que bastava só preservar, é preciso regenerar para que o planeta possa continuar gerando todos os recursos que são essenciais para a sobrevivência das futuras gerações.”

Gisele Bündchen participará de Comitê de Sustentabilidade

Gisele Bündchen participará de Comitê de Sustentabilidade
Foto: Divulgação

Da mesma forma, com o tempo, o que seria apenas uma campanha publicitária foi crescendo até se transformar numa parceria mais ampla. Gisele decidiu se tornar acionista da Ambipar, foi convidada a integrar o Comitê de Sustentabilidade da empresa e participará de campanhas publicitárias. “Quero ajudar a Ambipar a criar pontes com os mais diversos mercados, incluindo o da moda, que precisa de uma transformação profunda para se tornar mais sustentável.

No entanto, também sei que todo o processo de mudança é longo, trabalhoso e tem custos elevados. Por isso, enquanto desenvolvem seus próprios meios para reduzir seus impactos negativos no meio ambiente, as empresas podem compensar parte de sua pegada de carbono com a Ambipar, que gera os créditos de carbono genuinamente.”

Outro ponto que pesou na decisão de Gisele foi a trajetória da Ambipar. Segundo Cristina Andriotti, não há no mundo uma empresa de gestão ambiental tão completa quanto a Ambipar. “São muitos anos de trabalho, muitos cases de sucesso em diversos países. A Ambipar é hoje exportadora de tecnologia ambiental, levamos profissionais para disseminar nosso jeito de ser e de fazer às equipes ao redor do mundo. Gestão ambiental com valorização de resíduos não é commodity, é serviço essencial para sustentabilidade e mitigar as mudanças climáticas”, analisa Cristina.

A primeira campanha publicitária com a participação da modelo já está em produção, mas ainda não tem data prevista para estrear. O que já se pode adiantar é que a parceria entre Gisele e Ambipar quer ir muito além dos resultados financeiros. Assim, pretende gerar um impacto positivo, em grande escala, para criar um mundo melhor.

Sobre a Ambipar

Com sede em Nova Odessa, SP, a Ambipar é uma multinacional brasileira. Igualmente, presente em 17 países da América do Sul, Europa, África, América do Norte e Antártida.  Formada pela Ambipar Environment e Ambipar Response, dois segmentos de referência no mercado de gestão ambiental, tem em seu DNA o comprometimento com as questões sustentáveis, trabalhando os Pilares ESG dentro de seus negócios e apoiando seus clientes. 

A saber, a Ambipar abriu capital em julho de 2020. Foi a primeira empresa de gestão ambiental a entrar na B3, a bolsa de valores do Brasil. Iniciou seu plano de expansão global antes mesmo do IPO e, desde então, busca crescimento orgânico e através de M&A. Após a abertura de capital, já foram 17 companhias adquiridas nos segmentos de Environment e Response. Também adquiriu dois negócios na área de software, reforçando sua atuação na gestão ambiental, garantindo um compliance efetivo, contando com tecnologia e inteligência artificial. 

Gisele Bündchen participará de Comitê de Sustentabilidade

Enfim, com diversas patentes registradas de produtos sustentáveis, promove a economia circular e auxilia empresas com a destinação correta de seus resíduos através do setor de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I).

De fato, dentre as principais inovações destacam-se o ECOSOLO, um condicionador de solo produzido através de resíduos orgânicos. Assim como, o ECOBASE, base para estradas e artefatos cimentícios para construção civil. Ou seja, utilizando resíduos minerais oriundos da indústria de papel e celulose, bem como, o COLLAGEN sabonete desenvolvido a base de colágeno do setor fármaco. 

Assim, possui diversas certificações, dentre elas a ISO (9001, 14001, 45001, 22320), Sistema de Avaliação de Saúde. Além de Segurança, Meio Ambiente e Qualidade (SASSMAQ) e segue os indicadores GRI (Global Reporting Initiative). Portanto, além disso, conquistou a certificação Together for Sustainability (TFS), participa do CEBDS (Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável), entre outras. A organização é signatária do Pacto Global. 

Gisele Bündchen participará de Comitê de Sustentabilidade
Na Mídia, Divulgação

Fotos: Divulgação / Acervo Pessoal

Fonte: Sueli Gomes
Assessoria de Imprensa

Não deixe de ler: Perspectivas das criptomoedas para o próximo semestre 

Ego Notícias aceita Dogecoin, a moeda meme: Doge sempre será doge a moeda meme mais divertida e querida pela comunidade Dogecoin. 

Uiara Zagolin

Jornalista, Editora do portal Na Midia, colunista no TNYN NY News e Brazilian Times nos EUA, Vice Presidente da APACOS, Delegada da Associação Internacional de Imprensa, Imortal da Acadêmia de Letras Artes e Ciências de São Paulo. Com formação no Canadá, EUA e UK.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo