EntretenimentoMúsica

Taty Pink novo nome do arrocha e sofrência do Brasil

A cantora Taty Pink surge no cenário musical

Taty Pink novo nome do arrocha e sofrência do Brasil. A cantora  surge no cenário musical como o destaque promissor do arrocha e sofrência do Brasil.

Taty Pink é o mais novo nome do arrocha e sofrência do Brasil. Em outras palavras, Taty chama a atenção tanto pela sua suave voz aveludada, quanto pelo seu visual rosa. Visual que vai dos seus cabelos até o cenário dos seus shows, levando o expectador a um lindo conto de fadas cantado.

Assim, Tatiana Valente é uma maranhense de nascença e iniciou a sua carreira de cantora aos 15 anos. Passando por várias bandas regionais no Pará, até se tornar a vocalista da Banda Caferana Melodia. Professora de Educação Física, especializada em educação inclusiva, Taty começou a gravar arrocha em abril do ano passado: “Eu cantava na banda Caferana melodia na qual passei quatro anos, porém decidi parar de cantar e me dedicar à graduação. Quando estava na fase do TCC, recebi um convite de um amigo cantor para gravar uma música com ele, desde aí não parei mais. Me formei, terminei a especialização e decidi voltar a cantar”, declara Pink, que em carreira solo elegeu o arrocha como o ritmo que conquistou o seu coração musical, vindo o público a aclamá-la como a Musa da Sofrência.

Taty Pink novo nome do arrocha e sofrência do Brasil

Após alguns CDs com regravações, lançou no final de agosto o seu primeiro DVD – Minha Cara. CD traz figurino e cenário de um verdadeiro conto de fadas musical. Assim, o DVD já passa de mais de 100 mil visualizações no Youtube. Além de músicas sendo executadas em várias rádios no norte, nordeste e sudeste do país. Portanto, esse DVD é um passo muito relevante na construção da minha carreira. É onde o povo vai me ver e ouvir. Na verdade,  é um sonho realizado e tudo saiu do jeito que eu imaginava, por isso coloquei o nome de ‘Minha Cara’ e estou muito feliz com o resultado”, declara Taty Pink.

Igualmente, o primeiro CD autoral da cantora será lançado ainda esse ano, após assinatura de contrato com a Gravadora RecordaSons. Ou seja, o álbum vai ser composto por 14 músicas inéditas, com participações de cantores nacionais e internacionais. E ainda uma riquíssima musicalidade nos arranjos com o apoio da PJ Produções. “Estamos preparando um super repertório, como nunca visto antes, e que vai ser cantado e dançado por toda a galera. Dessa forma, as músicas estão sendo criadas e selecionadas para trazermos o melhor do arrocha raiz, verdadeiramente baiano. E que conquistou todo o país nas décadas passadas”, finaliza Mário César, CEO da gravadora.

Serviço:

Taty Pink DVD – Minha Cara (https://www.youtube.com/watch?v=jLQqZpunKRw),

 

Taty Pink novo nome do arrocha e sofrência do Brasil
Na Mídia – Divulgação

 

Fotos: Divulgação / Acervo Pessoal

Fonte:  Jéssica Flausino / Assessoria de Imprensa

Não deixe de ler: Ameaça ao golfinho rotador pelo turismo desordenado

Veja ainda nosso ebook: Derrotando a Insônia

 

Uiara Zagolin

Jornalista, Editora do portal Na Midia, colunista no TNYN NY News, membro da FEBRACOS - Federação Brasileira dos Colunistas Sociais, Vice Presidente da APACOS, Imortal da Acadêmia de Letras Artes e Ciências de São Paulo. Com formação no Canadá, EUA e UK.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo