Economia e Negócios

Vendas de caixas aumentam com e-commerce

Caixas personalizadas geram experiências diferenciadas e impactam positivamente sobre clientes.

Vendas de caixas aumentam com e-commerce.

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria Gráfica (Abigraf), o segmento de embalagens responde atualmente por 48% do total da demanda de serviços no setor. As vendas de caixas aumentaram significativamente nos últimos dois anos. Inegavelmente, a pandemia da Covid-19 mudou os hábitos de compras dos brasileiros nesse período.

A Confederação Nacional do Comércio estima que o e-commerce feche 2021 com um avanço de 38% no Brasil Da mesma forma, o crescimento das vendas online também aqueceu as indústrias gráficas com um aumento nas vendas de caixas personalizadas em papelão.

Por isso, e de olho nesse mercado, Ronymarco Lemos, diretor da Koloro Indústria Gráfica, em Belo Horizonte, aumentou a produção para as vendas de caixas nesse final de ano. Segundo o empresário, as caixas são excelentes opções para gerar uma experiência diferenciada e impactar o cliente ao receber seus produtos.

Segundo Ronymarco, ele aproveita o aumento das vendas de caixas para crescer ainda mais no mercado e ser referência. “Estamos fabricando caixas para cesta básica, cestas de café, caixa de presente. Além de outros brindes personalizados. Nessa época, esses são os tipos de embalagens mais procuradas”, explica o empresário.

Vendas de caixas trazem diversificação para setor

Atualmente, a indústria gráfica é bem diversificada e não se limita à impressão de publicações. Da mesma forma, o segmento de embalagens também é área de atuação desse setor. Materiais promocionais e catálogos fortalecem o marketing de empresas e produtos.

“Quando uma empresa oferece brindes aos clientes, eles sempre lembrarão dela ao olharem para o objeto”, pontua o empresário, que também ressalta a importância das caixas na proteção de produtos delicados como medicamentos, por exemplo.

A publicidade engloba um conjunto de ações que atingem o consumidor diretamente. Quer no ponto de venda, quer em uma campanha efetiva. “Por isso, tanto o material gráfico quanto o digital precisam ser trabalhados juntos. Assim sendo, um completa o outro. O equilíbrio é fundamental para atingir novos públicos e fidelizar clientes”, Ronymarco comenta.

Vendas de caixas aumentam com e-commerce
Foto: Divulgação

Produção consciente

O trabalho da indústria gráfica é essencial, pois gera valor e fomenta a economia. Por outro lado, pode causar impactos na natureza como qualquer outra atividade. Logo, cabe ao setor desenvolver serviços mais sustentáveis.

“Além de usarmos recursos que evitam a degradação do ambiente, também conscientizamos nossos colaboradores a ajudarem e disseminarem sobre a importância de cuidar do nosso planeta com práticas sustentáveis. Aliás, estamos investindo na produção de copos biodegradáveis personalizados. Já que é uma demanda que está aumentando cada dia mais entre os clientes para o consumo de café e chopp”, destaca Ronymarco.

Fonte: Ronymarco Lemos, proprietário da Koloro Indústria Gráfica (@koloroindustriagrafica). – Letra Comunicação

Capa: Pexels

Leia também: Atividade física é ideal para o corpo mas exige cuidado

Juliana Umbe̊lino

Escritora e social media, atua com revisão e produção de conteúdo para web. Editora de SEO para WordPress há mais de 9 anos. CEO na @vemprapalante. É autora publicada pela editora Qualis. Ministra palestras sobre web, mídias sociais e influenciadores. Além disso é apaixonada por livros, filmes, séries, quadrinhos, teatro e música (principalmente folk e rock'n'roll). É uma nerd raiz, por assim dizer.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo