EntretenimentoMúsicaShows

Do Blue ao Jazz com Leo Maier e Caio Fernandes

Neste sábado (20), os artistas Leo Maier e Caio Fernando apresentam o show Do Blues ao Jazz, no Amantes do Café, em Blumenau. A apresentação inicia às 20hs.

Do Blue ao Jazz com Leo Maier e Caio Fernandes

 

Inicialmente, Blues e Jazz. Neste sábado, dia 20 .

Tal qual, de abril, o guitarrista, cantor e compositor.

Outrossim, Leo Maier e o baixista e compositor Caio .

Fernando apresentam o show Do Blues ao Jazz, no Amantes do Café, em Blumenau. O evento ocorre às 20h e os ingressos antecipados estão à venda no local. No repertório, os artistas apresentam clássicos do blues e do jazz, além de músicas autorais e inéditas. Na trilha sonora da noite, canções como Midnight Blue (Kenny Burrell), Caio´s Blues (Caio Fernando), Itacaré (Leo Maier), Sandu (Clifford Brown), Let´s Get Lost (Chet Baker), Hit The Road (Ray Charles) e Route 66 (Nat King Cole) prometem encantar o público.

Sob o mesmo ponto de vista

Do Blue ao Jazz com Leo Maier e Caio Fernandes

“Fazia muito tempo que Caio e eu queríamos trabalhar juntos, montar um projeto. Sempre admiramos o trabalho um do outro e unir nossas principais influências num duo de baixo acústico e guitarra nos pareceu bem interessante. Esperamos que o público curta”, diz Leo Maier.

Leia ainda: Camerata Florianópolis e Zeca Baleiro no palco do CIC

Do Blue ao Jazz com Leo Maier e Caio Fernandes

Sob o mesmo ponto de vista

Vem aí mais uma edição do Festival de Forró portanto, de Itacaré com shows de Targino Gondim, Verlando e Flor Serena, Trio Marinês, Gel Barbosa, Baião de Luiza, Andinho.

Outrossim, Brito, Marlon e Trio Baianado, Marcos Abaga, Dona Aliel, Reginaldo Natureza, Aram e os Bahiunos, Trio Forró Mais Eu e Marquinhos Café. Haverá também Arrastão Rural Elétrica na Pituba! O evento é gratuito.

 

Por volta do ano 1000, a região foi invadida pelos tupis, que expulsaram os antigos habitantes, falantes de línguas do tronco linguístico macro-jê, para o interior do continente. No século XVI, quando os primeiros europeus chegaram à região, ela estava ocupada pela etnia tupi dos tupiniquins.

 

No século XVI, o jesuíta Luís da Grã fundou uma capela dedicada a são Miguel. O jesuíta, então, batizou a povoação ao redor da capela como “São Miguel da Barra do Rio de Contas“, juntamente com o município de Ubaitaba, que chamava-se Itapira, sede do município de São Miguel da Barra do Rio de Contas.

Jefferson Severino

Jeff Severino, lageano, jornalista diplomado - SC-01571-JP, pela - UNISUL - Campus Pedra Branca - SC, profissional por sacerdócio e devoção, além de fotógrafo por paixão (passarela, eventos, mulheres, natureza). Especialista em turismo/gastronomia/hotelaria/destinos turísticos. Eterno viajante. Assessor de Imprensa da Associação Brasileira de Agentes de Viagens-SC. Articulista/colunista/editor/redator/fotógrafo de jornais e revistas e sites nacionais e internacionais. Contato: (48) 99163-7172 - TIM - WhatsApp

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo