Saúde e Bem-Estar

Cuidados importantes para a população na quarentena

Como prevenir e tratar cáries durante a pandemia

Cuidados importantes para a população na quarentena.

A campanha Sorrir Muda Tudo convida a Dra. Regiane Marton, cirurgiã-dentista e farmacêutica para esclarecer qual o caminho que o paciente deve seguir caso tenha problemas com a saúde bucal.

Os atendimentos odontológicos são essenciais para a saúde da boca pois são importantes para enfrentar qualquer doença no corpo, sejam crônicas ou agudas como o COVID-19. Com a presença do coronavírus no Brasil, a primeira orientação médica para o paciente que venha a ter uma dor insuportável no dente, seria entrar em contato direto com o dentista de confiança.

Por outro lado a Dra. Regiane Marton é parceira de Sorrir Muda Tudo

Segundo a Dra. Regiane Marton, cirurgiã-dentista, farmacêutica e parceira da campanha “Sorrir Muda Tudo”, as recomendações iniciais para redução da dor de como e quando definir ir a uma consulta devem estar de acordo com o protocolo da OMS – Organização Mundial da Saúde, do Ministério da Saúde e do Conselho Federal de Odontologia.

Ainda segundo Regiane, também diretora na ABIMO (Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos, Odontológicos, Hospitalares e de Laboratórios), “Vale lembrar que a avaliação junto ao dentista da família e o custo benefício do atendimento clínico nesse período é determinante na fase em que estamos vivendo.

Cuidados importantes para a população na quarentena
Dra. Regiane Marton cirurgiã-dentista – Foto Divulgação
Por exemplo, os Cuidados importantes para a população

Sempre, com os devidos cuidados e protocolos de segurança, a população em geral pode estar fortalecida e com a saúde bucal em dia para enfrentar situações adversas. Por isso, é muito importante conversar com o seu dentista caso haja um problema com a cavidade bucal.”, esclarece uma das organizadoras da campanha “Sorrir Muda Tudo”.

O primeiro passo é entrar em contato com o dentista de confiança, que por meio de uma conversa ao telefone, tenha uma noção do que está acontecendo com o paciente para fazer as primeiras orientações. No caso de necessidade de consulta, protocolos de segurança de atendimento em época de COVID-19 devem ser adotados para paciente e dentista.

Por isso, os cuidados importantes para a população, além da higienização das mãos frequente, o paciente esteja atento aos sinais de doença na boca como sangramento na gengiva, aftas que não doem ou demoram a desaparecer, manchas na mucosa, dentes com mobilidade ou fraturados. Alimentação e vida saudável também estão ligadas a saúde geral do corpo, inclusive a boca.

A Rotina

Quando esses fatores de saúde não são rotina de um paciente, a melhor forma de lidar é a visita com maior regularidade ao dentista, para limpeza profissional, avaliação dos dentes e todos os tecidos moles da boca (gengiva, língua, bochechas e palato), assim como os devidos tratamentos clínicos para a manutenção de uma boca saudável.

“O auto exame da boca é um ato de cuidado muito importante, e muitas vezes o paciente esquece de verificar simples sinais no dia a dia. Além disso, se estiver com alguma emergência, ele precisa buscar ajuda imediata, mesmo os que fazem higiene oral diária, tem alimentação saudável e saúde em dia. É recomendável que a população visite um cirurgião-dentista a cada seis meses.

Para os pacientes com saúde debilitada, que tem alimentação não saudável, alem disso também, a higiene oral precária, o ideal é visitar com frequência menor, de pelo menos de três em três meses, ou em caso de alguma intercorrência, como sangramento gengival, fratura do dente, mau hálito e outros sintomas.”, afirma a Dra. Regiane Marton, Cirurgiã-dentista e Farmacêutica, CEO da Kulzer Brasil, Diretora na ABIMO (Associação Brasileira da Industria de artigos médicos e equipamentos Médicos, Odontológicos, Hospitalares e de Laboratório).

O alerta

Quer dizer, que assim, uma alerta importante nesse período de pandemia é o cuidado que o paciente com doenças crônicas deve ter em caso de dor no dente ou outras situações de emergências já citadas. Em geral, são grupo de risco para o COVID-19, portanto, as recomendações são comunicar o dentista sobre os sintomas para que possa ser orientado sobre a melhor conduta.

Do mesmo modo, alguns casos é possível fazer orientações por telefone ao paciente, em outros a consulta presencial é necessária, mas somente o dentista tem capacitação para diferenciar essas situações e recomendar o que deve ser feito. Igualmente, no caso da consulta presencial ser necessária, um protocolo de biossegurança rigoroso deverá ser adotado tanto para o atendimento clinico, quanto para garantir a segurança do profissional, do paciente em si e outros pacientes.

Por outro lado, nunca deixe de informar seu dentista, antes de ir ao consultório, se houver sintomas de COVID-19, pois neste caso o isolamento social é recomendado, assim como é imprescindível que os pacientes com doenças crônicas tenham a saúde bucal em dia. Dor de dente é um sinal importante, que deve ser avaliado por um dentista.

  1. Ao longo da vida, a limpeza e cuidados diários com os dentes como escovação, uso do fio dental e consumo de alimentos saudáveis são elementares como forma de prevenção. A visita regular ao dentista se faz necessária para manter uma avaliação clínica, prevenção e reabilitação em alguns casos mais graves.
  1. Caso o paciente esteja com o COVID-19, a higienização bucal é essencial pois há o comprometimento do sistema respiratório. A falta de higiene pode promover a proliferação de bactérias na boca, nos dentes e gengivas, que pode agravar o quadro de doenças respiratórias.
As doenças
  1. As doenças crônicas que mais afetam a saúde bucal são o diabetes, cardiopatias, doenças respiratórias, doenças do sistema digestivo e depressão. Todas podem afetar a boca ou serem agravadas por doenças na boca.
  1. Se o paciente estiver no hospital tratando o coronavírus, as melhores práticas para garantir que a saúde bucal não afete tanto a saúde do corpo são a higiene bucal rígida e com regularidade assídua. Verificação de possíveis sinais de falta de saúde bucal (sangramento de gengiva, amolecimento de dentes, aftas que não doem e estão na boca há algum tempo). Logo, a solicitação de um dentista imediato para avaliação e possível tratamento no hospital.
  1. O COVID-19 afeta as vias respiratórias, sistema do qual a boca faz parte. Há relatos na literatura de que mudança de paladar e falta de olfato podem ser sintomas de COVID-19. Além de casos mais severos onde há necessidade de intubação no hospital pode ocasionar traumas de variados tipos na boca. Por isso, é muito importante ter a boca saudável.
A Recomendações
  1. A recomendação paliativa caso o paciente chegue ao hospital com algum tipo de ferimento na boca. Em primeiro lugar. Assim também, é fazer uma consulta com um especialista na área de traumatologia orofacial para avaliação.  Outro cirurgião dentista que faça parte do corpo clinico do hospital. Alem disso, em casos extremos o paciente ou acompanhante podem solicitar uma visita do cirurgião-dentista de confiança para situações de emergência. Assim,  onde não é possível esperar para o atendimento posterior em consultório.
  1. Se a criança ou adulto fraturou o dente. Quer dizer, que o ideal em casos de urgências ou emergência é entrar em contato com cirurgião-dentista imediatamente para receber orientações de como proceder. Por telefone é possível realizar as primeiras orientações e definir a necessidade ou não de uma consulta presencial. Lembrando sempre de seguir todos os protocolos de atendimento em época de COVID-19.

Ainda de acordo com, o Sorrir Muda Tudo. De fato, é uma ação que visa propagar a mensagem da  importância  e o cuidado com a saúde bucal para a saúde como um todo. Nesse projeto, estão agregadas outras instituições e associações ao movimento de conscientização e valorização da saúde bucal.

São eles: APCD (Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas), ABCD (Associação Brasileira de Cirurgiões-Dentistas). ABO (Associação Brasileira de Odontologia), juntamente com, CFO (Conselho Federal de Odontologia) e CROSP (Conselho Regional de Odontologia de São Paulo). A campanha conta ainda com o patrocínio das empresas Morelli, Neodent, Colgate, Dental Cremer. Dentsply Sirona, Dental Speed, Conexão Digital Implant e S.I.N. Implant System.

Cuidados importantes para a população

Sobre a Abimo 

A ABIMO (Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos, Odontológicos, Hospitalares e de Laboratórios). É a entidade representante da indústria brasileira de produtos para a saúde que busca promover o crescimento sustentável do setor no mercado nacional e internacional.

Siga a Abimo nas Redes 

Instagram

Facebook

Site

Blog

Cuidados importantes para a população na quarentena

                                 Chef Rodolfo Bracali – E-book Assessoria Gastronômica – Foto Divulgação

Siga o Chef Rodolfo Bracali no Instagram: @chefrodolfo.bracali

Whats.Link: Rodolfo Bracali

Hashtag do Chef:  #chefrodolfobracali   #RodolfoBracali   #marketingdeconteudo

Fotos: Abimo – Divulgação / Arquivo Pessoal

Fonte: Vallerie Vargas 
Relações Pública

Covid-19 Dentista ensina truques. Dentista ensina truques para evitar tocar a boca e o rosto

Rodolfo Bracali

Rodolfo Bracali , Chef Argentino e Assessor Gastronômico , Marketing de Conteúdos, Jornalista no portal egonoticias.com - Atualmente Mora em Belo Horizonte Minas Gerais. Tudo isso você pode acompanhar nos meus espaços na Web. CONTATO: WhatsApp +55 31- 99885-9387 - e-mail: rcb539@gmail.com site: https://chefrodolfobracali.com.br/ -

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo