MIDIA 05 – Top Mega Banner 970 x 250 – Loja Virtual
MIDIA 05 – Top Mega Banner 970 x 250 – Recrutamento
MIDIA 05 – Top Mega Banner 970 x 250
MIDIA 05 – Top Mega Banner 970 x 250 – DESK/TAB
Mercado Forex

SEMANA FOREX

fbs2 Title category
Foto: divulgação – FBS

Na  última terça-feira (25/04/2017), o dólar teve uma queda  em relação a outras moedas-chave. Como os últimos relatórios econômicos americanos  mantiveram as expectativas passadas, a negociação permaneceu nos mesmos patamares, sem uma nova publicação de  dados  econômicos  durante toda a sessão de negociação.

O par de moedas EUR / USD cresceu 0,17%, valendo 1,0916.

O dólar norte-americano ainda estava sob pressão depois que o  “Institute of Supply Management” anunciou em abril seu índice gerencial  de compras para fabricação caindo para 54,8  contrta  57,2 no mês passado,  quando a expectativa era para 56,5.

Um relatório separado revelou que em março os gastos pessoais americanos estavam intactos, arruinando assim as esperanças de um aumento de 0,2% e depois de um aumento de 0,1%.

O par de moedas GBP / USD ficou parado, mostrando 1,2887.

Quanto ao USD / JPY, este par de moedas aumentou 0,19%, negociando a 112,06, demonstrando assim o maior valor desde 31 de março.

O dólar australiano não mudou, com AUD / USD, mantendo-se 0.7528 depois que o banco principal do país deixou sua taxa de interesse intata em 1.50%

Na  última terça-feira, o dólar teve uma queda  em relação a outras moedas-chave. Como os últimos relatórios econômicos americanos  mantiveram as expectativas passadas, a negociação permaneceu nos mesmos patamares, sem uma nova publicação de  dados  econômicos  durante toda a sessão de negociação.

O par de moedas EUR / USD cresceu 0,17%, valendo 1,0916.

O dólar norte-americano ainda estava sob pressão depois que o  “Institute of Supply Management” anunciou em abril seu índice gerencial  de compras para fabricação caindo para 54,8  contrta  57,2 no mês passado,  quando a expectativa era para 56,5.

Um relatório separado revelou que em março os gastos pessoais americanos estavam intactos, arruinando assim as esperanças de um aumento de 0,2% e depois de um aumento de 0,1%.

O par de moedas GBP / USD ficou parado, mostrando 1,2887.

Quanto ao USD / JPY, este par de moedas aumentou 0,19%, negociando a 112,06, demonstrando assim o maior valor desde 31 de março.

O dólar australiano não mudou, com AUD / USD, mantendo-se 0.7528 depois que o banco principal do país deixou sua taxa de interesse intata em 1.50%

Na terça-feira, o iene japonês foi negociado modestamente mais fraco e o dólar australiano subiu na Ásia, após uma sondagem recém emitida, em relação aos índices de  fabricação da China, oferecendo um resultado mais suave do que se esperava. Enquanto isso, os participantes do mercado anteciparam a nova revisão da taxa de juros pela principal instituição financeira da Austrália.

O índice do dólar norte-americano, que mede o valor real do dólar em relação a uma cesta ponderada de seis de seus principais rivais, caiu 0,06%, atingindo 98,92.

O par USD / JPY chegou a 111,88, subindo 0,04%, enquanto o AUD / USD apresentou 0,7544, saltando 0,24%.

fbs1 Title category
Foto: divulgação – FBS

O Banco do Japão publicou uma minuta de sua reunião política de março e os aglomerados políticos decidiram acompanhar de perto os preços ao consumidor devido ao fato de que está faltando impulso ascendente agora. A ata reiterou uma frase anterior, que em um futuro mais próximo os preços ao consumidor baterão o objetivo da inflação de 2%.

Os índices europeus continuaram a subir, após as fortes quedas de ontem. A dinâmica extremamente despreocupada das bolsas é francamente surpreendente, mas neste contexto está demonstrada a importância crucial das medidas monetárias dos distintos bancos centrais. A FED foi a instituição mais ambiciosa nesse sentido (e consequentemente a bolsa americana tem vindo a ser a melhor desde 2009), sendo que ainda estão por injetar mais de 1,3 biliões de dólares até que o desemprego desça dos 6,5% e se terminem os programas de compras.

A última ronda de subidas do Dow Jones é reação à mera confirmação (por parte dos diversos membros) da continuidade das políticas monetárias expansionistas da FED, postas em causa aquando da leitura das atas da última reunião do Banco Central, no passado dia 20 de Fevereiro. A confirmação da conjetura assumida pelo Dow Jones quando cotava abaixo dos 14.000 pontos, foi suficiente para eclipsar as consequências do sequestro orçamental (que roubará entre 0,5-1% do crescimento da economia americana dos próximos 18 meses), da proximidade do teto da dívida (que obrigará a novas e duras negociações entre democratas e republicanos), das enormes dificuldades em formar governo em Itália (com a possibilidade de convocar novas eleições a ser cotada em alta), e da enorme sobrecompra acumulada (com a ausência total de correção ao longo dos últimos 7 meses).

Em dados concretos o PIB da Zona Euro no Q4 caiu conforme o esperado (-0,6%), e 0,9% em termos homólogos.

Fonte: www.fbs.pt / www.planetaforex.pt

Tags
Mostrar Mais

Carlos Alberto Alonso

Nascido em São Paulo-SP – Brasil. Formado em Economia pelas FMU, tendo atuado em empresas de 1ª linha como: The First National Bank of Boston, Grupo Bunge Born, Valmet Oi, Citrosuco Paulista S/A, Brahma e AmBev, atualmente atuando como trader no mercado forex e criptomoedas. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios