Saúde e Bem-Estar

Saúde mental após a pandemia: como lidar?

Dra Luiza Sarsur Ribeiro ensina, pelo instagram técnicas como Mindfulness para driblar os momentos e pensamentos ruins

Saúde mental após a pandemia: como lidar?

É fato que a pandemia deixou muitas consequências, sofrimento mental coletivo e mudou muitas vidas. “Nesse momento, em janeiro de 2022, ainda temos questões muito sérias para lidar. Além disso, os surtos de gripe e variantes também é preocupante.

Crianças, pandemia e sofrimento mental

“Se para nós, adultos, já é difícil lidar com esse cenário, imagine as crianças e adolescentes? Aliás, devemos olhar com muito cuidado e carinho para quem está crescendo no mundo atual”, reforça Dra Luiza Sarsur Ribeiro.

Segundo estimativas disponíveis, calcula-se que, globalmente, mais de 1 em cada 7 meninos e meninas entre 10 e 19 anos, viva com algum transtorno mental diagnosticado. Além disso, quase 46 mil adolescentes morrem por suicídio a cada ano, uma das cinco principais causas de morte nessa faixa etária.

“Com a volta às aulas, os adultos precisam estar alerta para qualquer sinal de desconforto, fobia social e até mesmo pânico. Afinal, foram praticamente dois anos em que muitas crianças pararam de conviver com seus colegas de turma diariamente. Além disso, houve uma adaptação a EAD que trouxe bastante problema para pais, filhos e educadores”, ressalta Dra. Luiza.

Adultos e a saúde mental

Muitas pessoas acabaram perdendo familiares, amigos, a fonte de renda. Assim, temos uma população adoecida de duas formas. Primeiramente, com o risco de contrair covid-19 e variantes. Além de, claro, o sofrimento mental.

“Mas ainda é possível lidar com todo contexto atual de forma mais leve, principalmente para quem busca terapia e tratamento psiquiátrico. Aliás, o tabu de fazer terapia e acompanhamento com psiquiatra está cada dia com menos força, encorajando quem precisa a buscar o tratamento adequado”, comenta Luiza Sarsur Ribeiro.

Dicas no instagram

No Instagram, de forma leve e educativa, @dra.luizasarsurribeiro mostra como é possível driblar momentos e pensamentos ruins com técnicas como o mindfulness. Além disso, procura sempre passar mensagens de forma que o entendimento seja para todos. Afinal, o seu objetivo com essa conta é conscientizar as pessoas sobre temas que envolvem saúde mental. Aliás, ela mostra um pouco dos bastidores da sua rotina de trabalho pela saúde mental nos stories.

Saúde mental após a pandemia: como lidar?
Foto: divulgação

Saúde Mental da População Mundial foi Afetada

“É muito importante conscientizar a população que todos estamos passando por um período extremamente difícil e que afeta a saúde mental da maior parte da população. Aliás, quando as pessoas entendem que o que elas sentem e como agem pode mudar com ajuda profissional, é uma grande vitória. Porque fazer terapia e consultar-se com um psiquiatra só demonstra força e sensatez”, diz a Dra. Luiza.

 Postagem não substitui consulta médica

Luiza enfatiza a importância de consumir conteúdos que ajudam na melhora. Mas também enfatiza que postagem não substitui consulta médica.

Auto Cuidado

Então você já sabe: pedir ajuda é sinal de força. Cuide-se. Só assim você poderá cuidar das pessoas ao seu redor.

Capa: Dra Luiza Sarsur Ribeiro – ▫️CRMPR 41194 | R3 Psiquiatria HSJ PR

Fonte: Pa’lante Soluções Digitais

Leia também: Granola salgada é fonte de saúde e sabor garantido!

Juliana Umbe̊lino

Escritora e social media, atua com revisão e produção de conteúdo para web. Editora de SEO para WordPress há mais de 9 anos. CEO na @vemprapalante. É autora publicada pela editora Qualis. Ministra palestras sobre web, mídias sociais e influenciadores. Além disso é apaixonada por livros, filmes, séries, quadrinhos, teatro e música (principalmente folk e rock'n'roll). É uma nerd raiz, por assim dizer.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo