EstéticaEstilo de vida

Transformando vidas através da Estética – Por Dra. Luly

Trabalhar com estética é bem mais que aparência, é trabalhar com autoestima, dedicar-se com o coração e empatia

Transformando vidas através da Estética – Por Dra. Luly

Trabalhar com estética é bem mais que aparência, é trabalhar com autoestima, dedicar-se com o coração e empatia

Antes de mais nada, Luana Ramalho, mais conhecida Dra. Luly, hoje com 24 anos, nascida e criada na Cidade de São Paulo – SP, onde além de residir também desenvolve seus atendimentos no bairro do Tatuapé.

Assim, Luly, é seu apelido dado pela sua mãe ainda quando bebê, porém, hoje as pessoas só a chamam de Luly.

Dessa forma, Doutora Luly, formada em Biomedicina habilitada em estética, é co-criadora do procedimento VitaLips.

O procedimento VitaLips tem a função de realçar os lábios em questão de cor e hidratação.

Além disso, Dra. Luly, trabalha com procedimentos na área de harmonização, bem como:

  • Harmonização glútea
  • Enzimas
  • Fios de PDO
  • Protocolos para flacidez corporal
  • Tratamento para celulite
  • Estrias

Ou seja, tudo que engloba o embelezamento corporal.

Despertando a verdadeira beleza

Assim então, presando sempre, não somente pela entrega de um bom resultado, mas, também pelo despertar da verdadeira beleza, que é sentir-se bem consigo mesmo(a).

“Trabalhar com estética é bem mais que aparência, é trabalhar com autoestima, dedicar-se com o coração e empatia. E hoje me sinto realizada na área que escolhi!” – afirma Dra. Luly, para nossa jornalista Ranai Lima.

Transformando vidas através da Estética – Por Dra. Luly
Dra. Luly – foto: Divulgação/acervo pessoal
Sua família

Vinda de uma família humilde, onde todos são muito trabalhadores, e isso, Dra. Luly,  vivenciou desde muito nova, todo empenho e todo o esforço. Luly, conta que, infelizmente, poucos tiveram uma base acadêmica favorável o suficiente que lhes garantissem um bom emprego. Sua mãe por exemplo, teve que parar de estudar no ensino fundamental quando engravidou de Luly, seu pai, por sua vez, já trabalhava desde os 12 anos em um parquinho, e depois se tornou técnico de eletrodomésticos.

“Lembro-me que não frequentava escolinha, ou prézinho, mas meu pai se dedicava todos os dias a me ensinar a ler em casa, me ensinava a fazer contas e a estimular a criatividade, e quando entrei na 1ª série, já sabia muitas coisas. Sempre estudei em escola pública e frequentemente organizava projetos escolares, como festival de dança, oficina de pintura, show de talentos etc. Nessa época, meu pai me colocou para fazer aula de pintura em pano de prato, e esses mesmos panos eu vendia e já colocava uma quantia no banco.” – conta Dra. Luly.

O apoio de sua família

Logo, sua família sempre esteve ao seu lado, há apoiando e incentivando, dando a ela todo suporte e amor. Mas, nem sempre foi tão fácil, Luly, conta que ela e sua família passaram por diversas dificuldades.

“Em um episódio que não esqueço, quando minha vó se queixou da falta de alimento em casa. Nessas situações eu era muito nova para ajudar financeiramente de forma efetiva, mas eu lembro que pensava “ a única forma que posso contribuir, é estudando, é me tornando alguém que possa ajudá-los a melhorar de vida’’, e assim eu fui, me dedicando sempre aos estudos, com uma vontade incansável de dar orgulho a eles.” – explica Luly.

Transformando vidas através da Estética – Por Dra. Luly
Dra. Luly – foto: Divulgação/acervo pessoal
Seu primeiro emprego

Após finalizar seu ensino médio na ETEC, ela já foi atrás de seu primeiro emprego.

Seu primeiro emprego foi de jovem aprendiz em uma empresa de telemarketing, com um salário baixíssimo.

“Nesse mesmo emprego, comecei a sofrer assédio moral de meus superiores, sempre chorava quando chegava em casa, e na minha primeira experiência de trabalho, não sabia bem como lidar, foi uma época dolorida, querendo ou não, o dinheiro me ajudava de alguma forma. Mas, como a situação estava insustentável e me fazendo mal psicologicamente, tão cedo prezei pela minha saúde mental e pedi demissão.” – desabafa Dra. Luly.

Trabalhando como secretaria

Logo após, uma nova procura por emprego, Luly, encontrou um emprego em uma distribuidora de autopeças como secretária, e já na entrevista a informaram que não teria oportunidade de crescimento, mas, pela necessidade ela aceitou.

“Com 6 meses de trabalho, lá eu também me sentia saturada pela falta de valorização dos funcionários e descaso dos superiores, mas sempre trabalhei com excelência, e procurava fazer qualquer tarefa que me fosse submetida, da melhor forma possível. Ainda me sentia um pouco confusa em relação à faculdade, não sabia qual curso escolher.

E certo dia, por uma situação inusitada, uma pessoa que me via na rua e conhecia minha família comentou de uma oportunidade de emprego com uma Doutora conceituada que estava precisando de auxiliar, e me indicou mesmo sem me conhecer para esse cargo.” – conta Luly.

Imediatamente, Dra. Luly ficou entusiasmadíssima, já começando a pesquisar sobre e tudo deu certo.

Trabalhando com a Doutora

Foi então que, Luly, começou a trabalhar com a doutora, que sempre a motivou e hoje é sua mentora,  logo, ela enxergou um potencial em Luly, e isso há motivou a querer ser uma funcionária melhor.

Assim, a Doutora, trabalhava com Harmonização Facial.

“ Além de sentir dentro de mim, um despertar maravilhoso e interesse pela área da saúde, comecei a procurar opções de cursos de graduação o qual eu pudesse agregar na clínica. E como o meu salário já era melhor, conseguiria pagar uma faculdade, então estava lá, Biomedicina, comecei e pesquisar sobre, lembro-me que no 3º colegial, indiquei esse curso para uma colega que gostava da área da saúde, escrevi até no fundo do caderno para falar com ela sobre, logo após o fim da escola, ela iniciou biomedicina e já tinha terminado quando eu resolvi começar, depois de 4 anos.”

Transformando vidas através da Estética – Por Dra. Luly
Dra. Luly – foto: Divulgação/acervo pessoal
Se formando em Biomédica

Após iniciar seus estudos, Luly conta que até se formar, não foi nada fácil, mas, mesmo assim nunca desistiu, se esforçava ao máximo em seu trabalho e se sentia feliz apesar de toda situação.

“Eu não só me encontrei na Biomedicina, como me conectei inteiramente com minha missão de vida.” – afirma Dra. Luly.

E assim, Luly, finalizou sua faculdade, se habilitou na área da estética, e se aperfeiçoou com diversos cursos na área.

Além  disso, “Por mais que eu tivesse dificuldades e pensasse que não iria conseguir, eu lembrava do quanto aquilo era importante para mudar a vida da minha família, eles sempre foram minha motivação. Eu poderia ter desistido, poderia ter chorado muito, mas tornei das situações difíceis, impulso! Para que eu tivesse mais força para continuar e concluir.

Por isso, eu sou grata a todas as adversidades e situações que hoje me tornaram quem sou, me fizeram entender que dentro de mim existe uma força inabalável e que uma derrota temporária, não é um fracasso permanente, é preciso acreditar em si! Ainda sigo meu caminho e ainda tenho muitos sonhos à realizar, e por isso deixo aqui expresso a importância de nunca desistir.” – finaliza Dra. Luly.

Acompanhe seu trabalho

Acesse: @lulyramalho

Entre em contato através do WhatsApp (11) 9 9230-9828

Fotos: Divulgação / Acervo Pessoal

Jornalista: Ranai Lima

Siga Ranai Lima no Insta

GOD SAVE THE FASHION 360°

Ranai Lima

Nascida em São Paulo - Capital. Formada em Jornalismo e Atualmente Autora no portal de egonotícias.com desde 2021

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo