AviaçãoEconomia e Negócios

Avianca cancelará mais de 1000 voos até o próximo domingo

A Avianca Brasil vai cancelar a partir desta segunda-feira 22, até domingo 28, como resultado da perda de aviões de sua frota, mais de 1000 voos.

A Avianca Brasil vai cancelar a partir desta segunda-feira 22, até domingo 28, como resultado da perda de aviões de sua frota, mais de 1000 voos. A aérea foi obrigada a devolver 18 aeronaves a partir de hoje, 22 de abril a quatro empresas de leasing que venceram ações judiciais para a retomada dos equipamentos por inadimplência da Avianca. Os atrasos dos pagamentos se arrastam ao menos desde o segundo semestre do ano passado. Serão entregues sete aviões à GE Capital Aviation Services, um à PK, quatro à Vermillion e seis à Aviation Capital Group. A Agência Nacional de Aviação Civil vai supervisionar a devolução. Os veículos serão gradualmente retirados de operação. O órgão regulador determinou que a empresa adeque sua malha aérea e seu sistema de venda à frota reduzida e que divulgue a lista dos voos cancelados em seu site.

A partir de hoje, Avianca cancelará mais de 1000 voos

A orientação da Anac e do Procon aos passageiros que tiveram seus voos cancelados ou atrasados é a de registrar suas reclamações no portal www.consumigor.gov.br. Os afetados têm direito a reembolso integral do valor pago. Entre os voos cancelados, 605 tinham como origem ou destino o aeroporto de Guarulhos. Confira aqui a lista dos voos cancelados. Só sei que eu dancei até com toda a minha milhagem junto a AVIANCA que já vinha muito mal das pernas desde o segundo semestre (oficialmente) do ano passado, mas tenho certeza que eles sabiam disso ha muito mais tempo, o que é um descaso com o consumidor, pois poderiam ter feito isso gradualmente onde não haveriam tantas perdas para nós consumidores. 

AVIANCA NÃO OFERECE NEM HOSPEDAGEM

Avianca não oferece nem mais hospedagem

Um grupo de ao menos 15 pessoas com passagens compradas para o voo 6316 da Avianca Brasil, com destino a Recife tiveram uma surpresa dupla na noite desde domingo de Páscoa (21). Eles não puderam embarcar no voo porque, segundo funcionários da companhia, a empresa precisou realocar passageiros de um voo anterior que havia sido cancelado. Além disso, foram informados de que teriam de esperar até a manhã de segunda-feira (22) para voar. Funcionários da empresa disseram que a Avianca não tem oferecido mais hospedagem nesses casos porque os hotéis não têm aceitado as reservas da marca. 

Avianca não oferece acomodações aos passageirros com voos cancelados

Ao menos em um caso, a empresa também ofereceu reembolso inferior ao valor pago pelo passageiro após o cancelamento do voo, o que é irregular. Um passageiro teve seu voo de Guarulhos a Curitiba cancelado no dia 17 de abril. Ao pedir o reembolso da passagem, pelo site da Avianca, conseguiu reaver R$ 63 dos R$ 464 pagos pela viagem. Procurada, a Avianca Brasil afirmou que não vai comentar os casos. Ao meu ver, a Avianca literalmente acabou. Que venda tudo, pague suas dívidas e os responsáveis por tudo isso, pois a crise se alastra ha muito tempo, devidamente na cadeia. Que triste fim dessa que foi repetidamente a melhor companhia aérea do Brasil. isso se chama ingerência. 

Mysimtravel, a sua melhor e mais rápida conexão no exterior.

Leia ainda: Rodada de Negócios no site do Salão Paranaense de Turismo

turismoonline.net.br – o portal do turismo

Jefferson Severino

Jeff Severino, lageano, jornalista diplomado - SC-01571-JP, pela - UNISUL - Campus Pedra Branca - SC, profissional por sacerdócio e devoção, além de fotógrafo por paixão (passarela, eventos, mulheres, natureza). Especialista em turismo/gastronomia/hotelaria/destinos turísticos. Eterno viajante. Assessor de Imprensa da Associação Brasileira de Agentes de Viagens-SC. Articulista/colunista/editor/redator/fotógrafo de jornais e revistas e sites nacionais e internacionais. Contato: (48) 99163-7172 - TIM - WhatsApp

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo