Guia Japamala

R$28,90

Esse guia vai te ensinar

As partes do japamala

Embora não haja uma regra sobre as partes que compõe o japamala, alguns itens são mais frequentes – ou até mesmo obrigatórios – na confecção do japamala. Entre as partes mais comumente observadas estão: Contas; Cordão; Entremeios; Marcadores; Meru; Tassel ou ponteira.

Meditação com japamala

A meditação com o uso do japamala, assim como a prática de mantras, tem sido usada por séculos como ferramenta poderosa para acalmar, centrar, curar e colaborar na evolução espiritual a fim de caminharmos na busca do melhor de nós.

Como se usa

Já com a postura e a respiração controladas e relaxadas, o meditante segura seu japamala com uma das mãos.

Apoiando-o em seu dedo médio, usa o polegar para puxar cada uma das 108 contas; cada vez que o mantra ou o nome da divindade é mentalizado ou pronunciado, puxa-se uma conta.

Agora e com você, baixe agora esse ebook e comece a ganhar dinheiro com seus japamalas.

Japamala

Japamala (japamālā, जपमाला) é um cordão sagrado feito de contas, usado para ajudar o praticante de meditação a entrar no estado meditativo.

No yoga e no hinduísmo, possui em geral 108 contas ou divisores (54 ou 27). Em algumas linhas do budismo, possui ainda 3 marcadores, totalizando 111 contas. O nome japamala é masculino (“o” japamala), tem origem no sânscrito e é uma palavra composta: japa é o ato de sussurrar ou murmurar repetidamente mantras ou nomes de divindades e mālā significa guirlanda, grinalda ou coroa.

É um objeto antigo de devoção espiritual, conhecido também como rosário de orações no ocidente. É um artesanato muito utilizado para ajudar nas orações e mentalizações como marcador. Temos então duas correntes: uma espiritual, “Japa”, e outra material, “Mala”. Assim, as energias espirituais invocadas “Japa” energizam o “Mala”.

Um Japamala é geralmente composto por 108 contas e o “meru”, conta central que marca o início e o fim do mala. Também é possível encontrar japamalas menores, variando de 27 ou 54 contas, todas subdivisões de 108. Segundo a filosofia yogui, ao se completar o circuito de 108 repetições da oração, mentalização ou mantra, alcança-se um estágio superior na consciência chamado de

transcendental (o estágio que ultrapassa as fixações da mente, mantendo a consciência concentrada em si mesma).

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Guia Japamala”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo