Entretenimento

Nicki Minaj reclama que Travis Scott teve 'ajuda' de Kylie Jenner para ficar em 1º na lista de álbuns mais vendidos


Cantora, que aparece em 2º na ‘Billboard’ com ‘Queen’, reclamou que a namorada do rapper fez post chamando fãs para ver os shows. Ela também reclamou de falta de apoio do Spotify. Nicki Minaj na capa de ‘Queen’, seu quarto disco
Divulgação
A cantora americana Nicki Minaj, que ficou em segundo lugar na lista de álbuns mais vendidos dos Estados Unidos feita pela revista “Billboard”, acha que o líder nas paradas, o rapper Travis Scott, apelou para a ajuda da namorada para conseguir o primeiro lugar.
No top 200, Scott está no topo, pela segunda semana consecutiva, com “Astroworld”. Nick aparece na vice-liderança, com “Queen”. Quem completa o pódio, na terceira posição, é Drake, com “Scorpion”.
Neste domingo (19), mesmo dia em que a “Billboard” divulgou a mais recente atualização na lista, Nick escreveu no Twitter:
“Eu dei sangue, suor & lágrimas para escrever um álbum F. apenas para Travis Scott pedir a Kylie Jenner para postar um convite chamando as pessoas para virem vê-la & Stormi [a filha de Kylie e Travis. Na verdade, estou rindo. #Queen quebrou o recorde ao ser o número 1 em 86 países. Obrigada, Jesus, & obrigada a todos os meus fãs”.
Initial plugin text
O post de Nick Minaj pareceu ser uma espécie de resposta a uma poublicação feita por Kylie Jenner no Instagram nesta quinta-feira (16).
Naquele dia, a namorada de Travis Scott, divulgou um cartaz da turnê do rapper com a inscrição “Wish you were here” (“Gostaria que vocês fossem”).
Na legenda da imagem, citou: “Eu e Storm estamos prontas para turnê”. Stormi nasceu em fevereiro deste ano.
Initial plugin text
Nicki também criticou o Spotify
Mas não foi apenas a Travis Scott que Nicki Minaj direcionou suas críticas por causa do desempenho de “Queen” – aparentemente, para ela, abaixo das expectativas.
Também neste domingo, ela publicou vários posts citando o Spotify.
Para a cantora, o serviço de streaming não contribuiu para que o álbum se tornasse tão popular logo após o lançamento quanto trabalhos de outros artistas. .
“Spotify colocou a cara do Drake em todas as playlists, mas me disseram que eles tinham de me ensinar uma lição porque coloquei minhas músicas [novas] 10 minutos antes na #QueenRadio. [Quiseram fazer isso] Mesmo que estejam tocando minha música de graça há anos & e eu sou uma das artistas mais populares do Spotify em todos os tempos”, escreveu Nicki.
Initial plugin text
Em seguida, ela postou:
“Spotify tinha de me ensinar uma lição mas recompensou o homem que tinha teve um programa de rádio na Apple por mais tempo; inadvertidamente ajudando mais a plataforma da Apple. Oh, eu mal posso esperar pela #QueenRadio na terça-feira. Eles abriram mão da promoção que haviam me prometido para os primeiros dias . #Queen”.
Initial plugin text
Nicki Minaj chegou também a escrever:
“Minha gravadora não quis me defender por medo de que o Spotify tentasse ensinar uma ‘lição’ à Ariana Grande também!”
Initial plugin text
Tanto “Queen” quanto “Sweetener”, álbum mais recente de Ariana, saíram pela Republic Records.
Fonte: http://g1.globo.com/dynamo/pop-arte/rss2.xml

Marcos Morrone

Nascido em São Paulo Capital. CEO do Grupo Morrone Comunicações Ltda.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo