Ego Notícias

Casa-Museu Ema Klabin tem intervenção sonora no espaço expositivo

Intervenção sonora do grupo OMNI na Casa-Museu Ema Klabin Foto: Firmino Calixto

Intervenção sonora do grupo OMNI na Casa-Museu Ema Klabin Foto: Firmino Calixto

Casa-Museu Ema Klabin tem intervenção sonora no espaço expositivo

De certos, de 6 de abril a 9 de junho quem visitar o acervo da Casa-Museu Ema Klabin vai poder conhecer uma intervenção sonora da banda Objeto Musical Não Identificado ( OMNI).

Transitando entre as linguagens musicais e também visuais, o  Grupo OMNI aceitou a proposta de compor uma peça musical a partir, portanto,  de obras e objetos  que compõe o acervo da Casa-Museu Ema Klabin.

Entre as mais de 1.500 peças reunidas na Casa-Museu Ema Klabin, a banda escolheu, inclusive,  uma  Cômoda-escrivaninha.

Este mobiliário, de origem italiana,  é, portanto, datado do séc. XVIII , bem como conta com cenas da commedia dell’arte.

Além disso, o móvel que serviu de inspiração aos  músicos do octeto, está  localizado no salão do museu.

De acordo o produtor André Sanches, a composição intitulada “Música do Baú”, criada pelo grupo Objeto Musical Não Identificado, não pretende, portanto,  complementar ou traduzir uma obra de arte. A produção sonora extrapola a significação original do objeto, pois está apoiada no estímulo sensorial de outra natureza e pode, portanto, ser considerada como um novo objeto artístico.  “ O público poderá ouvir a música no ambiente, ao visitar o museu ou, se optar por uma audição mais atenciosa, poderá utilizar os dois fones de ouvido disponíveis“, diz.

Sobre o grupo Objeto Musical Não Identificado (OMNI) e a intervenção sonora:

Jovens músicos de diferentes trajetórias reuniram-se em nome da experimentação musical e formaram, portanto,  o grupo OMNI (Objeto Musical Não Identificado).

A formação inusitada do octeto contribui, inclusive, para o colorido sonoro, que abarca tanto efeitos eletrônicos quanto também instrumentos de percussão popular.

A banda Objeto Musical Não Identificado reúne músicos e tambpem  estudantes do curso livre Prática de Música Popular Contemporânea, ministrado, inclusive,  por  Marco Prado na EMESP.

O grupo Objeto Musical Não Identificado é formado por: Caê Prandini (percussão) Caio Lopes (baixo elétrico) Isadora Bertolini (flauta transversal) Junior Torres (guitarra e violão) Lucas Araújo (violão de sete cordas) Lucas Lima (voz, percussão e efeitos sonoros) Luiz Viola (voz, teclados e  efeitos sonoros) e também Tiago Azevedo (flauta transversal e gaita).

Leia ainda: Solar da Marquesa de Santos inaugura exposição

Intervenção sonora do grupo OMNI da escrivaninha italiana do séc XVIII. Foto divulgação.

Conheça o polo cultural mais charmoso de São Paulo:

Projeto do engenheiro-arquiteto Alfredo Ernesto Becker, a Casa-Museu Ema Klabin teve como inspiração o Palácio de Sanssouci, em Potsdam, Alemanha.

De certo, o  Museu Ema Klabin reúne mais de 1.500 obras, por exemplo,  pinturas do russo Marc Chagall e do holandês Frans Post, dos modernistas brasileiros Tarsila do Amaral, Di Cavalcanti, Portinari e Lasar Segall; e também talhas do mineiro Mestre Valentim.

Além disso,  mobiliário de época e também peças arqueológicas e decorativas.

Enfim, o espaço cultural abre de quarta a domingo, das 14h às 17h (com permanência até às 18h),inclusive sem agendamento.

Aos finais de semana e também feriados a visita tem entrada franca.

Além disso, nos outros dias, o ingresso custa R$ 10,00 (inteira) e também  R$ 5,00 (meia).

Assista ao vídeo da  Casa-Museu Ema Klabin: 

Serviço:

Intervenção Sons da Obra: grupo OMNI (Objeto Musical Não Identificado)

Data: De 6 de abril a 9 de junho – De quarta-feira à domingo

Horário:  14h às 17h (com permanência até às 18h),

Entrada: Aos finais de semana e feriados a visita tem entrada franca. Nos outros dias, o ingresso custa R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia).

Livre

Fundação Ema Klabin

Visitas mediadas à Fundação Ema Klabin – De quarta a domingo, das 14h às 17h, com permanência até às 18h. Inclusive, as visitas duram em média uma hora. Preço: Sábados, domingos e também feriados: entrada franca. De quarta a sexta: R$ 10,00 (inteira) e também  R$ 5,00 (meia).

Endereço: Rua Portugal, 43, Jardim Europa – São Paulo.  Tel: 55 11 3897-3232

Site:  www.emaklabin.org.br

Mídias Sociais:  www.facebook.com/fundacaoemaklabin

www.instagram.com/emaklabin

www.youtube.com/channel/UC9FBIZFjSOlRviuz_Dy1i2w

Leia mais: Galeria do Rock recebe exposição de Prila Maria sobre cultura underground

Sair da versão mobile