[Hotel Urbano] 970×250 – Eurotrip
[Patroni Pizza] 970×250 – Full Banner – DESK/TAB
ArtigosMecânica Quântica

Autismo x Ignorância

Este ano fui convidada para escrever o texto de divulgação da campanha do dia mundial de conscientização do Autismo, inclusive as fotos que veicularam na campanha são de minha filha, que é uma criança imensamente especial.  

Sabe qual o maior inimigo do autismo? A ignorância… E o maior aliado? …A compreensão!

Dia 02 de abril, dia mundial da conscientização do Autismo, um dia para conhecermos um pouco mais esse universo “invisível” para a sociedade, tão presente e complicado para os familiares.  Nós pais, na maioria, já passamos pela fase de superação pessoal do autismo em nossas vidas, alguns com diagnóstico recente ainda estão passando, mas o que ainda nos causa incomodo e desconforto é o “pré conceito” da sociedade em geral.

 Nossos filhos precisam primeiramente serem vistos com imenso respeito. Uma criança AUTISTA não carrega na face características de ser uma “criança especial”. Então julgue menos! Passamos muitos constrangimentos por isso, tanto nós como eles.  Essas crianças tão bonitas pela pureza de sua alma precisam serem entendidos e vistos como seres humanos com dificuldade de aprendizagem, comunicação e interação social.

Luna Inka Pellizari Praseres - Foto Sabrina Raquel Pellizari
Luna Inka Pellizari Praseres – Foto Sabrina Raquel Pellizari

 Nossos filhos não veem maldade em tirar a roupa em público, simplesmente porque desconhecem esse sentimento. A maldade está nos olhos de quem vê.  Nossos filhos têm dificuldades de serem sociáveis e simpáticos talvez porque não vejam sentido em serem “falsos”. Na realidade eles possuem uma sinceridade que particularmente eu desconheço em seres humanos “normais”.  Aquilo que você vê como “birra” é a dificuldade de lidar com frustrações oriundas do problema em entender e lidar com nossas regras e sentimentos como o controle, a raiva, egoísmo e outros sentimentos que eles não sabem lidar porque simplesmente os desconhecem.

 Sim, existe algo maravilhoso em um autista, são seres livre do ego! Todo sentimento negativo é oriundo do ego humano.  Um autista costuma ter um mundo paralelo, só dele, onde se sente protegido e seguro, tente respeitar em alguns momentos esse espaço dele.

Um autista pode não ser simpático, mas se você encontrar uma forma de entrar no universo dele experimentará o mais profundo amor em um curto contato físico, um abraço, meio sorriso ou simplesmente um olhar. Aquele olhar que lhe atravessa a alma…eles sabem fazer isso tão bem!  Essas crianças nos levam a ver o mundo de forma diferente, nos levam de volta para a natureza, mudam nossa alimentação, nossos hábitos…e principalmente nossa perspectiva se somos nós mesmos os “normais”! Mudam nosso coração pela expressão divina de vivermos a semelhança de Deus. Porque se tem uma palavra que resume Deus, eu poderia dizer que essa palavra é compreensão e é esse caminho que eles nos levam.

Compreendam e tenham sempre bom senso em “robotizar” uma criança autista, a alma deles vai permanecer igual, nós também temos muito que aprender com esses seres tão especiais. 

Sabrina Raquel Pellizari, mãe de Luna Inka – 5 anos (autista).

Siga o egonoticias: http://instagram.com/egonoticias

Tags
Mostrar Mais

Redação Egonoticias

Egonoticias.com o seu canal de entretenimento. Você é a notícia, nós publicamos.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios