[Hotel Urbano] 970×250 – Eurotrip
[Patroni Pizza] 970×250 – Full Banner – DESK/TAB
Arte e CulturaColunistasENTRETENIMENTOMúsicaNotíciasREVISTAShows

Vila Madalena, um dos bairros mais descolados do mundo, faz 124 anos e comemora com festa

Todos concordam que depois dos 100 anos ninguém comemora aniversário, mas o bairro da Vila Madalena, em São Paulo – que segundo pesquisas é considerado como o 14o bairro mais descolado do mundo –   foi ficando tão jovem com o passar do tempo e recebe com os braços abertos tantos fiéis frequentadores, tanta tribo diferente, que resolveu fazer uma grande festa de aniversário no dia 19 de agosto, quando completa 124 anos.

A matriz da festa será na casa da sua padroeira, a primeira igreja do bairro, a Paróquia Santa Maria Madalena e São Miguel Arcanjo, que ganhará muitos presentes neste aniversário do bairro. A  Associação SAVIMA – Sociedade Amigos da Vila Madalena –  resolveu dar uma cara nova para a paróquia:
– a primeira parte da sua revitalização, com limpeza e restauração da fachada realizada pela Construtora Pedra Forte;
– uma galeria de arte a céu aberto no seu entorno, com a criação de artes sacras e a história da Vila Madalena, com curadoria do artista grafiteiro Binho Ribeiro;
– um  novo paisagismo  com a participação especial das crianças do projeto Flores do Asfalto.

E no dia da festa, mais um presente será dado a todos os moradores e frequentadores da Vila: uma projeção de Vídeo Mapping espetacular na fachada da igreja, by PrixelGraphic & LigaLight. Os temas do vídeo serão a  história da Vila Madalena, de Santa Maria Madalena e São Miguel Arcanjo, além de algumas imagens para alusão do que será criado na galeria de arte aberta.

A organizadora do evento, Françoise Di Pasquale, diretora da The Ideah Comunicação, revela que a comemoração, no dia 19 de agosto, terá uma extensa programação. “A festa terá show de bandas de jazz e rock,  samba de roda, artistas de rua e circenses transitando pelas  principais ruas do bairro, passeio ciclístico com a turma do Pedal da Vila Madalena, exposições de arte no lounge da festa, food trucks e a também a participação de bares, restaurantes e lojas –  sinalizados com flags coloridos –  que darão regalos ao público. Vai ter até um grande bolo da Villa Grano de parabéns para a Vila, no encerramento da projeção!”, revela.

Às 15 horas, na cerimônia de homenagem às personalidades do bairro e órgãos apoiadores  –  Prefeitura de Pinheiros, CET, Secretaria da Cultura, Construtora Pedra Forte e Policia Militar – estão previstas as presenças do Sr. João Dória, Prefeito de São Paulo  e do Sr. Paulo Matias, Prefeito Regional de Pinheiros.

A estimativa de público neste dia,  entre a matriz da festa e o quadrilátero do coração da Vila Madalena, é de aproximadamente 100 mil pessoas.

Programação – Dia 19 de Agosto:

Início às 10 horas da manhã.

10h às 22h – Espaço gastronômico na matriz da festa (Igreja), com Foodtruck e estandes de culinária diversas.

10h30 – Passeio ciclístico com o Pedal da Vila Madalena, com 200 ciclistas, período de 1h30 com paradas estratégicas.

11h às 17h – Artistas de rua, músicos e artistas circenses, circularão entre a matriz da festa e o quadrilátero do coração da Vila Madalena, entre as ruas Rodésia, Inácio  Pereira da Rocha, Madalena e Mourato Coelho.

. 15h- Cerimônia de homenagem às personalidades do bairro e órgãos apoiadores. Presença do Prefeito regional e do Prefeito de São Paulo.

. 17h Missa de Ação de Graças em comemoração ao aniversário da Vila Madalena.

. 18h30 – Início da Projeção de Vídeo Mapping com duração de aproximadamente três horas. O Vídeo mapping poderá ser apreciado também do lado de dentro da igreja onde se refletirá a projeção através dos vitrais dando a sensação de estar dentro de um caleidoscópio.

. 20h30 – Filmagem da projeção será transmitida no telão da rua Aspicuelta e em todos os comércios participantes com TV.

. 21h – Contagem regressiva para encerramento das festividades com o parabéns simultâneo por projeção entre os participantes de todo o bairro.

A VILA DE TODOS OS TEMPOS

O Sítio do Buraco era de um fazendeiro da região e de suas três filhas: Ida, Beatriz e Madalena, cada uma batizou uma região do sítio que mais tarde se tornariam vilas de São Paulo.
Dizem que um pedaço da Vila Madalena pertencia a Luís Santos Dummont, irmão de Santos Dummont.

Onde hoje é o Fórum de Vila Madalena era o campo de futebol do time 7 de setembro, depois os campinhos foram para onde hoje são prédios do BNH. A diversão dos moradores e amigos era frequentar nos finais de semana os três campos de futebol, onde a atração eram os times do Leão do Morro, 7 de setembro e 1º de Maio.

A Sociedade Amigos da Vila Madalena foi fundada em 1949. Depois de alguns anos com atividades sempre em defesa do bairro, a  SAVIMA, como é chamada até hoje, se instalou num salão entre as ruas Wizard e Fidalga e promovia todo mês um baile mensal para os sócios, convidando cantores famosos que faziam sucesso na rádio, entre eles a Hebe Carmago. A SAVIMA foi a primeira e é até hoje uma das mais importantes associações do bairro e também promotora do evento Viva Madalena 124 anos.

A linha 28 do bonde de São Paulo, iniciava na Praça Ramos de Azevedo e tinha seu ponto final na esquina da Rua Teodoro Sampaio com a rua Fradique Coutinho.

Finalmente, em 1953, depois de muitos anos de insistência de personalidades do bairro e importante intervenção da SAVIMA,  a linha 28 ganhou a placa Vila Madalena.

Por determinação do prefeito Jânio Quadros, os trilhos subiram a rua Fidalga até a Rua Purpurina, onde tinha o seu ponto final, fazendo o retorno pela Fradique Coutinho e voltando até a Praça Ramos de Azevedo. A chegada do bonde deu um novo aspecto às ruas, pois foram todas asfaltadas e iluminadas no seu percurso e no ponto final onde se concentravam, gerando um novo comércio onde se instalaram bares, banca de jornal, padaria e lojas de roupas. O bonde facilitou e muito a vida dos moradores da Vila, que não precisaram mais amassar barro para percorrer as ruas e chegar na rua Teodoro Sampaio.

O auge da Vila Madalena foi com a criação da Paróquia no bairro, criada em 11 de maio de 1951 e comandada pelo padre Olavo Pezzotti. O pároco impulsionou o bairro com projetos sociais e a construção da Igreja Santa Maria Madalena e São Miguel Arcanjo, pelo Arquiteto Joaquim Guedes em 1956, no mesmo lugar da antiga paróquia.

Já caracterizado como um bairro de classe média e com desenvolvimento considerável, o bairro só perdeu sua tranquilidade quando passou a ser frequentado por estudantes da USP (Universidade de São Paulo), na década de 70. O Empanadas e o Bartolo, por exemplo, eram bares de estudantes universitários e secundaristas.

Aconteciam bailinhos todos os finais de semana na casa de algum morador com vitrola a toda força, grupos de dançarinos e namoros atiçados pelas músicas maravilhosas da época.
O pagode começou no Bar do Burú, na rua Purpurina com Girassol. Tocavam por lá, Fundo de Quintal, Dona Ivone Lara, Reynaldo o príncipe do pagode, Digê e tantos outros.

A Vila foi se reestruturando, atendendo às necessidades dos estudantes, do comércio, lojas e, claro, dos bares e restaurantes. Morar e frequentar a Vila passou a fazer parte de uma agitação cultural e intelectual. Dos anos 90 em diante, a Vila sofreu grandes transformações pela chegada do boom imobiliário, tanto em relação aos  moradores, que passou a ser de classe  média e alta, quanto aos seus frequentadores.

Hoje o simpático e carismático bairro de São Paulo faz 124 anos de vida e o principal objetivo de seus representantes é  garantir o equilíbrio entre ser um importante centro de cultura, arte e lazer e um bom bairro para se morar.

SERVIÇO:

Matriz da festa: Paróquia Santa Maria Madalena e São Miguel Arcanjo.
Endereço: Rua Girassol,795 – Vila Madalena – São Paulo.
Data: Dia 19 de Agosto de 2017.
Horário: das 10h às 22h.

Vila Madalena - Imagem Divulgação
Vila Madalena – Imagem Divulgação

Foto da capa: Divulgação

Siga o egonoticias: http://instagram.com/egonoticias

Siga a Colunista: http://instagram.com/cinthiasouto

Siga o evento: http://www.instagram.com/niverdavilamadalena

Tags
Mostrar Mais

Cinthia Souto

Nascida em São Paulo, SP, Brasil. Mercadóloga, publicitária e assessora de imprensa, atuou nas principais empresas de comunicação do país e hoje é head na OUI Comunicação.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios